Brasil encerra Eliminatórias com vitória, tira o Chile da Copa; Argentina se...

Brasil encerra Eliminatórias com vitória, tira o Chile da Copa; Argentina se salva

11
0
Compartilhar
Brasil encerra Eliminatórias com vitória, tira o Chile da Copa; Argentina se salva
No Allianz Parque, Gabriel Jesus marca duas vezes. (STRINGER REUTERS)

Brasil encerra Eliminatórias com vitória, tira o Chile da Copa; Argentina se salva

O time do técnico Tite derrotou o Chile por 3 a 0, nesta terça-feira (10), na Arena do Palmeiras, em São Paulo. A partida era válida pela última rodada do classificatório. A Argentina se classificou vencendo o Equador por 3 X 1.

Apenas o Brasil estava garantido na Copa da Rússia, das 10 seleções sul-americanas. O time garantiu a vaga com quatro rodadas de antecedência e, com o placar de terça, foi a 41 pontos. O jogo, porém, valia muito para o Chile e para outras cinco equipes – Colômbia, Peru, Argentina, Uruguai e Paraguai – que ainda lutavam por mais três vagas nesta terça-feira.

Com a derrota em São Paulo, o Chile ficou com 26 pontos, em 6º lugar. O segundo lugar ficou com o Uruguai, que derrotou a Bolívia por 4 a 2 e passou a 31 pontos.

A Argentina, que corria risco de não se classificar nem para a repescagem, derrotou o Equador em Quito (3 a 1, com três gols de Messi) e se classificou em 3º, com 28 pontos.

A quarta vaga na Copa ficou com a Colômbia, que empatou com o Peru (1 a 1), em Lima, e foi a 27 pontos. Os peruanos ainda tinham chance de ir à Copa, mas precisavam vencer. Como não conseguiram, ficaram com 26 pontos, em 5º lugar – à frente do Chile por ter um saldo de gols +1, contra -1 dos chilenos. O Peru vai disputar uma repescagem contra a Nova Zelândia, valendo vaga no Mundial. O Paraguai, que também tinha chances, perdeu para a Venezuela em casa (0 a 1) e ficou com 24 pontos.

Jogo

A seleção brasileira começou bem, com espaços para as tabelas entre Neymar e Gabriel Jesus. Na melhor chance de gol, aos 16 minutos, Neymar ficou de frente para o gol e finalizou. O goleiro Bravo salvou com o pé. Mas os espaços rarearam e a seleção passou a ter dificuldades. No fim da etapa, Neymar levou um cartão amarelo por ter colocado a mão na cara do chileno Aránguiz. Os dois saíram de campo batendo boca.

No segundo tempo, o Brasil fez 1 a 0 com 10 minutos. Daniel Alves cobrou falta com força, de longe. O goleiro Bravo deu rebote e Paulinho mandou para dentro. Aos 12, Neymar arrancou em velocidade e deixou Gabriel Jesus com o gol vazio, a quatro metros da risca, para fazer 2 a 0. O Chile tentou reagir, mas não conseguiu. E quase levou mais gols em contra-ataques. No mais claro deles, Firmino ficou na cara do gol e chutou em cima de Bravo. No último minuto, o goleiro Bravo foi à área tentar o cabeceio – o Chile precisava de um gol – e o Brasil engatou um contra-ataque. Sem goleiro, Gabriel Jesus entrou com bola e tudo, fazendo 3 a 0.

BRASIL 3 x 0 CHILE

Brasil: Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Alex Sandro; Casemiro, Paulinho e Renato Augusto (Fernandinho); Philippe Coutinho (Firmino), Gabriel Jesus e Neymar (Willian). Técnico: Tite

Chile: Bravo; Isla, Medel, Jara e Beausejour; Aránguiz (Pulgar), Fuenzalida (Puch), Pablo Hernández e Valdivia; Alexis Sánchez e Vargas. Técnico: Juan Antonio Pizzi

Gols: Paulinho (10-2º), Gabriel Jesus (12-2º e 48-2º)

Cartões amarelos: Alexis Sánchez, Philippe Coutinho, Neymar

Árbitro: Roddy Zambrano (Equador)

Local: Allianz Arena, em São Paulo, terça-feira (10)

Brasil encerra Eliminatórias com vitória, tira o Chile da Copa; Argentina se salva

Deixe uma resposta