COMPARTILHAR

Em Boituva, paraquedista caiu na rodovia Castelo Branco e morreu atropelado por caminhão

Um homem identificado por Diego Camargo Martins, de 37 anos, morreu após saltar de paraquedas em Boituva. De acordo com informações, ele caiu na SP-280, Rodovia Castelo Branco e foi atropelado por uma carreta que passava no momento da queda do paraquedista.

O fato aconteceu na manhã deste domingo, 19, no Km 19 da rodovia, nas proximidades do CNP (Centro Nacional de Paraquedismo), onde os paraquedistas se concentram para alçar voos e saltar com seus paraquedas.

Equipes do Corpo de Bombeiros e da concessionária da rodovia foram ao local para socorrer a vítima e o médico socorrista constatou a morte da vítima no local.

O motorista do caminhão não se feriu, porém ficou assustado com a queda do paraquedista à sua frente. Ele não conseguiu desviar da vítima, que bateu contra a cabine do veículo pesado. O condutor da carreta contou aos policiais rodoviários que após o paraquedista bater no veículo, só conseguir parar após percorrer cerca de 200 metros.

O paraquedista usava uma câmera em seu capacete e a Polícia Civil deverá analisar as imagens para apurar as causas do acidente.

Em sua página no Facebook, Diego postou recentemente uma foto dele saltando de paraquedas, dizendo assim:

“……….Já exagerei eu sei, coisa do passado Que foi necessário para o meu aprendizado Não vô pra igreja não, mas fui batizado Hoje eu não frequento, mas tô bem acompanhado, Forças do universo me deixam equilibrado Forças do além mantêm o meu corpo fechado…….”

Diego Camargo Martins, profissão, contador, morava em São Paulo. Ele vinha com frequência à Boituva para a pratica de paraquedismo. De acordo com informações, ele já contabilizava mais de cem saltos e para os amigos era considerado um esportista muito experiente.

Veja mais Notícias da região O Rolo Sorocaba

Curta O Rolo Notícias nas redes sociais:
Área para comentários
COMPARTILHAR